Famalicão aposta no Turismo Industrial

Já pensou dedicar as suas férias a descobrir a indústria de uma região? Vila Nova de Famalicão quer que esta seja uma opção para quem está a planear os seus próximos dias de descanso. O Turismo Industrial é a nova aposta da cidade, que ostenta a marca “Cidade Têxtil”.

O projecto, que envolve já 11 entidades públicas e privadas do concelho, visa aproveitar as potencialidades turísticas do sector, ao mesmo tempo que preserva o património industrial e promove o envolvimento da indústria ainda em actividade. Património Industrial, Indústria Viva, Centro de Investigação e Desenvolvimento e Enoturismo são as várias faces desta iniciativa, que visa a criação de uma rota turística industrial.

«Esta rota integra novas áreas onde há um enorme potencial turístico para ser conhecido e visitado. Não estamos a musealizar a indústria, nem a fazer fotografia no tempo, mas queremos que quem nos visita possa ver um processo em curso, tendo contacto com o que está a acontecer no presente e no futuro da indústria do concelho», explica Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal.

A esperança é de que o projecto alimente o sector e de que sirva como argumento para que mais turistas visitem o concelho. «Cada vez mai,s o turismo desafia novos produtos e esta proposta do turismo industrial é uma ideia excelente que tem tudo para vingar», considera Inácio Ribeiro, vice-presidente do Turismo Porto e Norte. O responsável considera que esta é uma proposta que vai ao encontro de «um turista interessado, que procura conhecer as competências do povo, conhecer a sua alma e muitas vezes conhecer como se fazem os produtos que chegam até si».

O Museu da Indústria Têxtil, o Museu do Automóvel e o Museu Nacional Ferroviário são alguns dos espaços parceiros desta rota. Também estão confirmadas a Empresa Têxtil Nortenha, a Troficolor Têxteis e a Fábrica de Chocolates Casa Grande, entre outros.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Deloitte tem nova liderança no Marketing e Comunicação
Automonitor
Rebentou o pneu num buraco na estrada? Peça uma indemnização!