Facebook premeia campanha “falsa” para a Super Bowl

fb_rsJá são conhecidos os vencedores dos Facebook Studio Awards 2014, prémios que distinguem as melhores campanhas realizadas ao longo do ano na rede social. Este ano, o Blue Award, o prémio mais importante, foi atribuído à agência Droga5 e à Heineken EUA com a campanha “If We Made It”, criada para competir com os dispendiosos anúncios da Super Bowl.

A campanha foi criada para a marca de cerveja Newcastle Brown Ale, do portefólio da Heineken, e pretende ser uma paródia aos elevados investimentos que são feitos pelas marcas no intervalo da final da liga de futebol americano. Contando com a participação da actriz Anna Kendrick e do antigo jogador Keyshawn Johnson, a campanha consistiu numa série de teasers, storyboards, focus groups e vídeos de bastidores da “maior campanha para o Grande Jogo que nunca chegou a acontecer”, explica a marca. No fundo, mostra aquilo que teria sido a campanha da Newcastle Brown Ale para a Super Bowl… se a marca “tivesse o dinheiro” para entrar no evento.

No total, a campanha contou com 1,16 milhões de visualizações no Facebook, 69 mil likes, 16 mil partilhas e oito mil comentários. Segundo a Newcastle Brown Ale, levou a uma subida de 5% da notoriedade da marca.

A edição deste ano dos Facebook Studio Awards ficou ainda marcada pela introdução de uma nova categoria destinada a campanhas sem fins lucrativos. O prémio, designado Blue for Food, foi atribuído à BBDO e à Amnistia Internacional, com a campanha “Trial by Timeline”, que teve como objectivo sensibilizar para as sentenças penais impostas por governos de todo o mundo.

No total, os Facebook Studio Awards 2014 apuraram 15 vencedores (nas categorias Blue, Gold, Silver e Bronze) de 10 países. A lista completa dos vencedores pode ser consultada aqui.

Veja aqui um dos vídeos da campanha “If We Made It”:

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão