Exportações portuguesas de bens crescem 14,6% em 2010

exportacoes_2De acordo com os dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), nos primeiros quatro meses do ano, as exportações portuguesas de bens ascenderam a 11.534 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento nominal em valor de 14,6%, relativamente ao período homólogo de 2009.

A taxa de cobertura entre entradas pelas saídas situou-se nos 65,1%, que significa um aumento de 3,4 pontos percentuais (p.p.) face a Janeiro/Abril do ano anterior (61,7%). O que conduziu ao desagravamento do défice comercial em 0,7%, com as importações a aumentarem 8,8%.

Por grupos de produtos, as máquinas e aparelhos constituíram a principal exportação com uma quota de 15,5% das vendas totais de bens ao exterior, seguindo-se os veículos e outro material de transporte com 12,3%, metais comuns garantiram 8,1%, combustíveis minerais contabilizaram 7,2%, plásticos e borracha com 6,9%, vestuário assumiu 6,2%, pastas celulósicas e papel com 5,4% e minerais e minérios ficou-se pelos 5,3%.

O perfil geográfico, tanto para as exportações intracomunitárias como as extracomunitárias, apresentaram alterações homólogas, face ao período em análise, com, respectivamente, 13,3% e 19,0%, com a União Europeia a representar 75,6% das exportações portuguesas totais – enquanto, em 2009 o valor referente foi de 76,5%-, contribuindo com 10,2 p.p. para o crescimento global de 14,6%.

Os Países Terceiros aumentaram a sua participação nas exportações em 0,9 p.p. (de 23,5% em 2009 para 24,4% no ano corrente), registando uma contribuição de 4,5 p.p. para o crescimento total.

Espanha assumiu-se como o principal destino das exportações de bens portugueses com uma quota de 27,1%, face a 26,9% em 2009, seguindo-se a Alemanha com 12,9%, França com12,4%, Reino Unido com 5,5%, Angola com 5,0%, Itália com 3,9% e EUA com 3,9%.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva