Expectativa pelo Windows 8 trava vendas da Microsoft

A empresa tecnológica Microsoft anunciou que as suas receitas caíram 8% para 16,01 mil milhões de dólares (aproximadamente 12,26 mil milhões de euros) no terceiro trimestre, que compara com os 17,4 mil milhões (13,33 mil milhões de euros) arrecadados em igual período do ano passado.

A empresa justifica os resultados com a quebra da procura de computadores, numa altura em que os consumidores aguardam pela estreia do Windows 8, que está a levar a empresa a fazer um investimento recorde em publicidade, superior a 1,5 mil milhões de dólares (cerca de 1,15 mil milhões de euros). A primeira gama de computadores equipados com o novo sistema operativo da Microsoft chega ao mercado no próximo dia 26, acompanhada pelo lançamento do Surface, o primeiro tablet de marca própria da fabricante norte-americana.

Entre Julho e Setembro, a Microsoft obteve um volume de negócios de 4,47 mil milhões de dólares (3,42 mil milhões de euros), menos 22% em relação aos lucros de 5,74 mil milhões (4,4 mil milhões de euros) observados no período homólogo, de acordo com um comunicado da empresa, citado pelo The Wall Street Journal.

Com o mercado de computadores pessoais em queda – as consultoras Gartner e IDC estimam que o mercado tenha descido mais de 8% no útlimo trimestre, em termos homólogos –, a Microsoft e os seus parceiros comerciais esperam que o Windows 8 possa inverter esta tendência. «O lançamento do Windows 8 é o começo de uma nova era na Microsoft», anunciou Steve Balmer, CEO da empresa. «Os investimentos que fizémos ao longo dos últimos anos começam agora a dar frutos com um conjunto de equipamento e serviços excepcionais», concluiu.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Nestlé tem novo responsável de Healthy Cereals & Dairy Culinary Solutions
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio