Eurobest de volta a Lisboa pelo segundo ano consecutivo

eurobest-redimensionadaO Festival de Criatividade Eurobest, competição europeia da indústria publicitária, de marketing e da comunicação, vai realizar-se pelo segundo ano consecutivo em Lisboa, entre os dias 28 e 30 de Novembro. O certame assinalará este ano a sua quinta edição.

«O Eurobest é muito exclusivo como festival criativo porque se realiza, tradicionalmente, todos os anos numa cidade europeia diferente. Depois do sucesso incrível em Lisboa em 2011, tomámos a decisão de voltar este ano para prolongar este sucesso e desenvolver o Eurobest como festival”, comentou em comunicado Philip Thomas, CEO da entidade organizadora do festival, a Lion Festivals.

Na mesa de debate, em seminários e workshops, estarão os desafios e os patamares de desenvolvimento das agências de publicidade europeias. Além disso, serão avaliados no local vários trabalhos das áreas abrangidas pelo Eurobest, e será potenciado o networking. O evento culminará com a atribuição de prémios. Os participantes do Eurobest poderão ainda participar num concurso de Young Creatives, em exposições e blindagens das obras, numa nova academia para Young Marketers e na Eurobest Student Academy.

De acordo com afirmações de Vasco Perestrelo, CEO da MOP e responsável pela representação dos festivais de Cannes e Eurobest em Portugal, existem 80% de hipóteses para que o Eurobest tenha novamente sede no Cinema São Jorge, adiantou ao Meios e Publicidade. Os eventos de networking e as festas, bem como a cerimónia de entrega de prémios, poderão decorrer noutros pontos da cidade.

Recorde-se que na edição de 2011 do certame participaram 1300 pessoas de 26 países. Foram admitidas e classificadas por oito júris mais de 480 peças e foram entregues 398 prémios, com o intuito de distinguir a excelência criativa na indústria publicitária e de comunicação da Europa.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo