Este livro explica às crianças o que é pesca sustentável

Pode não parecer, pelo título, mas “Os Peixes que Fugiram da História” é um livro infantil. Escrito por Maria João Freitas e com ilustrações de Mariana Rio, tem como propósito alertar para a importância da pesca sustentável através de uma aventura encabeçada por João, Rita e André, que querem saber por que razão alguns peixes deixaram de ser avistados no mar.

O livro conta a história destas três crianças, que vão tentar descobrir, com a ajuda de familiares que dependem do mar para viver, o motivo que levou algumas das espécies de peixes da vila A-Ver-O-Mar a desaparecerem. Juntam-se ainda outras personagens, como o Capitão, que acompanham os mais novos nesta investigação.

«Escrever é sempre mergulhar dentro de nós próprios e se o narrador (o João) pediu o nome emprestado ao meu pai, o Capitão inspirou-se num tio dele que pertencia à marinha. Enquanto escrevia o livro, sonhei mesmo que o quilo da sardinha estava a 170 euros e resolvi usar isso como material na escrita. As trocas de ideias com o André Letria (editor) e o curso intensivo sobre o mar, os peixes e a pesca sustentável disfarçado de conversas com a Rita Sá, da ANP|WWF, foram decisivos para o rumo do livro. Talvez por isso tenha dado os seus nomes aos dois amigos do João», conta a autora Maria João Freitas.

O livro é desenvolvido pela editora Pato Lógico e resulta de uma parceria com a Iglo e o Marine Stewardship Council (MSC), com o objectivo de divulgar os perigos associados à sobrepesca. Segundo é indicado em comunicado, trata-se de uma obra pensada para os mais novos mas que deveria ser de leitura obrigatória também para os adultos.

É também nesse sentido que surge a vertente solidária do livro: na compra de cada exemplar, um euro reverte a favor do Programa de Oceanos e Pescas da ANP|WWF.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...