Esta Black Friday, não fique para trás: dicas para vencer online

Por Marco Gouveia, consultor e formador de Marketing Digital, head of Digital Marketing no Pestana Hotel Group e Google Regional trainer

A loucura total está a chegar. Aproxima-se a Black Friday, a última sexta-feira de Novembro, com aqueles descontos astronómicos que fazem brilhar os olhos de tantos consumidores, por todo o mundo. Há muito que a designação deste marco no consumo deixou de ser conotada como algo realmente negro (visto que o termo remonta à enorme crise económica dos Estados Unidos, no século XIX!) e passou a ser um dos acontecimentos mais esperados pelas marcas e consumidores. De acordo com o Jornal Económico, em 2018, a Black Friday gerou um acréscimo de 607% nas vendas, quando comparada a uma sexta-feira normal! Contudo, nesta data emblemática a concorrência é mais feroz do que nunca, pelo que a preparação é a chave para o sucesso! Cada vez mais, os consumidores evitam  a confusão dos centros comerciais e optam pelo comércio online. Então, se tem um negócio online, certamente, quererá tirar o máximo partido deste dia e disparar as suas vendas e conversões. Vou dar-lhe algumas dicas de como fazê-lo e de como poderá posicionar o seu negócio online para esta Black Friday e a dos próximos anos!

Em primeiro lugar, deverá prestar atenção ao website da sua marca. Mesmo que o consumidor opte por comprar os seus produtos numa loja física, a tendência é que ele consulte previamente os seus canais online para tomar uma decisão. É por isso que, especialmente nesta época do ano, é imperativo que o seu site esteja optimizado. Como pontos de partida, verifique a sua velocidade de carregamento, a certificação de segurança (SSL) das suas webpages, o número de links que possuem (internos e externos) e se os mesmos estão funcionais, e veja, ainda, se o website está adaptado ao mobile: na Black Friday do ano passado, mais de 30% das compras online realizaram-se por meio de dispositivos móveis. No fundo, deve garantir que as páginas seguem todos os princípios de um bom índice de qualidade e que a experiência do utilizador é a mais agradável possível.

Em segundo lugar, seja estratégico na escolha das suas palavras-chave (a nível orgânico e pago). Para tal, importa fazer uma análise das keywords que estão melhor posicionadas nos rankings dos motores de pesquisa. Ferramentas como a Ubersuggest e o Ahrefs Keyword Explorer são aliados valiosos neste processo! Como é evidente, as pesquisas disparam para palavras-chave como “Black Friday” e “Cyber Monday”, pelo que associá-las aos seus produtos ou serviços online é essencial para que a sua presença orgânica, ou paga, seja favorecida nos resultados de pesquisa! Não se esqueça das long-tail keywords (palavras-chave mais longas, de 3 ou mais termos), cujas taxas de conversão são habitualmente superiores porque correspondem a pesquisas mais específicas, onde os utilizadores sabem, concretamente, o que pretendem, logo estão mais dispostos para comprar. Combinar este tipo de palavras-chave com outras que sejam características da Black Friday, como “desconto” ou “presente”, é uma jogada de mestre!

Para além disso, uma dica útil consiste na criação de páginas web inteiramente dedicadas à Black Friday e Cyber Monday. Visto que os resultados orgânicos de SEO podem demorar algum tempo, ter uma página fixa no seu website sobre a Black Friday permitirá que tire proveito do posicionamento alcançado ao longos dos anos. Assim, não terá de criar uma página sempre que chegar esta época, basta apenas que actualize os seus conteúdos! Poderá também criar landing pages específicas para cada produto/serviço, que tenham um desconto aplicado ou oferta especial! Nestas páginas deverá ter em conta os pontos de optimização e palavras-chave já mencionadas, bem como deverá investir algum tempo a construir o mapa do seu site. O sitemap facilita não só a navegação e o processo de pesquisa dos consumidores dentro do seu website como também a indexação destas novas páginas pelo Google.

Lembre-se, por último, de recorrer também às redes sociais da marca para gerar awareness e conversões. Os grandes protagonistas são, sem dúvida, o Facebook, Instagram e Youtube, onde é essencial investir em anúncios com uma segmentação adequada e promover conteúdos relevantes e apelativos.

Como vê, há todo um mundo de possibilidades para conseguir o pódio neste sprint que é a Black Friday. Porém, a preparação é a fase mais importante nesta corrida e deverá ser planeada com antecedência, visto que os consumidores começam a pesquisar promoções 15 dias antes da Black Friday. Deve investir numa estratégia a longo prazo e aproveitar esta época que é o deleite das marcas por todo o mundo. Quem sabe, não atinge um recorde memorável…

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Boas Práticas: O foco na experiência dos colaboradores
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift