Escola Electrão tem 33 mil euros em prémios para oferecer

A lógica é simples: quantos mais resíduos as escolas conseguirem reunir, mais prémios terão a oportunidade de receber. Para participar na Escola Electrão é preciso preencher um formulário, aderir à iniciativa até ao próximo dia 18 e começar a juntar o máximo possível de Resíduos Eléctricos e Electrónicos (REEE) e de Resíduos de Pilhas & Acumuladors (RPA).

Ao todo, a nova edição da Escola Electrão, tem 33 mil euros em prémios para oferecer. A escola que conseguir reunir mais resíduos será premiada com 10 mil euros e as que reunirem mais lâmpadas e pilhas receberão dois mil euros cada. A iniciativa tem ainda 750 euros para a vencedora de cada distrito e dois prémios per capita de 1500 e 1000 euros. Os resíduos serão recolhidos entre Janeiro e Março do próximo ano e os vencedores serão conhecidos em Junho.

Para o regresso da Escola Electrão está reservada uma novidade. Em jogo está também um prémio de sensibilização ambiental que “pretende destacar os projectos de educação ambiental que representem um benefício para a comunidade onde a escola aderente esteja inserida”, explica a organização em comunicado. Neste caso, terá de ser submetido um vídeo e um manifesto escrito que demonstre “como implementar uma acção de sensibilização, recolha e encaminhamento adequado dos REEE e/ou RPA”.

A Escola Electrão é uma campanha da AMB3E, com o apoio da Direcção Geral da Educação e da Agência Portuguesa do Ambiente, destinada às escolas do Ensino Básico (2º e 3º Ciclos) e do Ensino Secundário.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?