Encomendar legumes online? Ainda há receio

As vendas online começam a entrar no quotidiano dos consumidores, mas há categorias de produtos mais fáceis de abraçar do que outras. Quando o assunto são frutas e legumes frescos ou alimentos congelados, a reticência aumenta: pessoas que compram mercearias online apresentam uma probabilidade duas vezes maior de adquirir bens não perecíveis.

Dados de um estudo do eMarketer Retail nos Estados Unidos da América (Agosto) revela que, entre os clientes que compraram produtos de mercearia online no último mês, 84% adquiriu bens não perecíveis (snacks embalados, por exemplo) e apenas 45% colocou bens perecíveis no carrinho de compras (carne fresca, vegetais, entre outros).

A frescura e qualidade dos produtos lidera o top das preocupações de quem compra online mas hesita em comprar perecíveis. Os consumidores mostram-se apreensivos, por exemplo, com a possibilidade de a comida chegar estragada ou quente (no caso de congelados), levando a possíveis problemas de saúde. “Retalhistas que consigam garantir que as mercearias encomendadas online são tão frescas como aquelas que os clientes comprariam na loja física conquistarão a sua confiança”, sublinha o eMarketer Retail.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pedro Mota Soares assume liderança da Apritel
Automonitor
Sem paciência para trotinetes elétricas? Vêm aí as trotinetes autónomas!