Emoções influenciam os meios utilizados pelos consumidores

O facto de os consumidores estarem felizes ou tristes pode influenciar os conteúdos a que são expostos: uma pessoa que procure entretenimento irá optar por ir ao cinema, ao passo que alguém que se queira descontrair preferirá a televisão. Esta é uma das conclusões de um estudo levado a cabo pela Wavemaker, segundo a qual o estado de espírito e as emoções têm um impacto nos meios utilizados.

O mesmo estudo, reportado pelo site Marketing News, sublinha que perceber esta correlação é fundamental para desenhar planos de meios eficazes. Isto porque será boa ideia adaptar as mensagens passadas àquilo que as pessoas procuram em cada canal.

Quando o objectivo é entretenimento, o top 5 mundial de meios mais procurados é liderado pelo cinema (58%), logo seguido por videojogos (57%), participação em eventos (52%), televisão/vídeos online (49%) e televisão (48%). Já quando a intenção é relaxar, a televisão é rainha (54%), à frente da música/rádio/podcast Online (51%) e do cinema (47%). Destaque ainda para a música na rádio (47%) e para os videojogos (45%).

Por fim, a Wavemaker revela que procurem apaixonar-se optam por fazer compras online (42%) e logo depois por ir ao cinema (33%). Também usam o smartphone (33%), ouvem música/rádio/podcast online (31%) e vêem televisão ou vídeos onliine (30%).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta empresa está no top 3 das empresas mais atractivas para jovens
Automonitor
FIA escolhe Braga como palco do Hill Climb Masters 2020