easyJet prepara avião… híbrido

A easyJet está a planear o desenvolvimento de um sistema de combustível baseado em hidrogénio e sem emissões de gases, ou seja, um avião híbrido. O potencial de poupança estimado é de 50 mil toneladas de combustível e emissões de CO2 por avião e por ano, estando a easyJet “comprometida em reduzir a pegada ecológica da companhia e dos seus passageiros”, como refere em comunicado.

O sistema permite permite que a energia seja capturada através dos travões do avião quando aterra para ser, depois, utilizada para carregar as baterias do sistema quando o veículo está em terra e durante o taxiing (período em que o avião circula dentro do aeroporto sem levantar voo). O conceito do avião híbrido é inspirado em estudos desenvolvidos pelos alunos da Universidade de Cranfield, no Reino Unido, a propósito de um desafio proposto pela easyJet aquando do seu 20º aniversário, em Novembro do último ano. A empresa e a universidade assinaram um acordo de parceria estratégica para os próximos três anos.

Até 2020, a companhia aérea quer reduzir em cerca de 7% as emissões de CO2, tendo por base os valores actuais que se situam nos 81,05 gramas por passageiro e por quilómetro. Nos últimos 15 anos, e easyJet conseguiu diminuir as emissões em 28%.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)