É um computador? É um tablet? É o Microsoft Surface Book

Durante aproximadamente duas horas, a Microsoft apresentou ao mundo todas as novidades que estão a caminho das lojas. Contudo, por entre uma nova versão da Band, uma espécie de pulseira digital, novos smartphones Lumia, a apresentação do Display Dock, que permite ligar o telemóvel à televisão, e o novo Surface Pro 4, o destaque foi mesmo para o Surface Book.

O novo híbrido da Microsoft não foi apresentado enquanto tal, fazendo com que a plateia ficasse surpresa quando se percebeu que o novo computador tem um teclado amovível. Descrito como concorrente directo do Mac BookPro da Apple, o novo Surface Book promete ser mais rápido do que o seu rival e oferecer o mesmo tipo de funcionalidades e características que profissões mais criativas exigem.

Com um formato mais sólido do que aquilo que é habitual actualmente, a Microsoft parece estar a andar para trás no que ao design diz respeito mas a justificação é simples, segundo sites como o Wired: os consumidores não querem que um tablet substitua o computador portátil, pelo menos para já. Por isso, a solução é voltar aos formatos mais tradicionais, mantendo, ainda assim, o compromisso com a inovação, à semelhança do que a Microsoft fez com o Windows 10 ao apresentar ferramentas como a Cortana para todos os ecrãs, mas recuperando outros componentes mais familiares.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)