E se respirasse por uma palhinha?

Consegue imaginar como seria tapar o nariz e respirar por uma palhinha? É este o exercício proposto pela Respira, a Fundação Portuguesa do Pulmão e o Grupo de Estudos de Doenças Respiratórias da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar. O objectivo é que todas as pessoas possam perceber melhor como é viver com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC).

Lançado para assinalar o Dia Mundial da DPOC, o desafio faz parte de uma campanha que visa sensibilizar para as dificuldades que quem vive com esta doença enfrenta. Com o apoio da Boehringer Ingelheim, a campanha «é uma forma de chamar a atenção das pessoas para a sua saúde respiratória», segundo explica Isabel Saraiva, vice-presidente da Respira, adiantando que a «DPOC continua ser subdiagnosticada, já que os sintomas não são valorizados».

Tosse, cansaço frequente e dificuldades respiratórias são alguns dos sintomas a ter em atenção, sendo que a doença atinge especialmente fumadores.

Para que a mensagem possa chegar ao maior número possível de pessoas, as entidades responsáveis pela campanha pedem para que quem aceitar o desafio registe, com uma fotografia, o momento. Depois, poderão partilhá-lo nas redes sociais com a hashtag #cortararespiração.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio