E se não houvesse plástico no supermercado?

O número de campanhas a favor da eliminação do plástico está a crescer, exercendo especial pressão sobre os retalhistas. Segundo reporta a Fast Company, existe um supermercado em Amesterdão que já começou a alterar a sua estratégia.

Apesar de a mudança não ser integral, o supermercado holandês conta com um corredor inteiramente livre de plástico. Aqui, apenas se encontram produtos com embalagens de materiais como alumínio e vidro: carne, molhos, iogurte, snacks, cereais e bebidas são alguns dos artigos disponíveis.

A capacidade deste supermercado apresentar uma solução deste género, leva a publicação a questionar o que é necessário para que as superfícies de maior dimensão adoptem comportamentos semelhantes, dizendo não ao plástico que não seja reciclável.

Na Europa, são vários os sinais de que a mentalidade está a mudar neste sentido. No Reino Unido, por exemplo, a primeira-ministra Teresa May apoiou publicamente a campanha “Plastic-Free Aisle”, incentivando à eliminação do plástico no prazo de 25 anos.

Além disso, multinacionais como a Unilever também estão a abraçar o desafio: o grupo responsável por marcas como Dove, Knorr, Bem & Jerry’s, Cif, Olá e Skip promete tornar todo o plástico que utiliza reciclável, reutilizável ou apto para compostagem, até 2025.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pela primeira vez, há uma portuguesa a presidir a Multilaw
Automonitor
Audi A6 agora com versão híbrida plug-in de 367 CV