Dona da Pepsi prevê poupar 67 milhões de garrafas de plástico até 2025

A PepsiCo está a reforçar o seu compromisso com um mundo mais sustentável. A estratégia abrange as várias marcas do grupo, mas um dos números de maior destaque surge na sequência da aposta na Sodastream: até 2025, a PepsiCo prevê poupar 67 milhões de garrafas de plástico. Tudo porque a Sodastream incentiva ao consumo de água da torneira e ao fim da aquisição de água engarrafada.

De acordo com o mais recente relatório de sustentabilidade da PepsiCo, que também detém marcas como Pepsi, Lays e 7Up, o plano aponta ainda para uma redução de 35% do conteúdo de plástico virgem em toda a gama de bebidas no mesmo prazo. Além disso, o grupo pretende utilizar 25% de material reciclado nas suas embalagens de plástico até 2025. Na União Europeia, a meta é outra – 50% até 2030.

A PepsiCo aponta, no mesmo sentido, para 100% dos produtos de origem sustentável até ao final do próximo ano – em Portugal, a totalidade das batatas cultivadas pelo grupo já cumprem este requisito.

No que à água diz respeito, a PepsiCo diz estar a trabalhar para ser ainda mais responsável na gestão deste recurso. O objectivo passa por repor 100% da água utilizada nas operações de produção em áreas de elevado risco e escassez de água, até 2025. A PepsiCo também propõe reduzir em 20% o total de emissões de gases de efeito de estufa em toda a cadeia de valor, no prazo de 10 anos (face a 2015).

Em termos nutricionais, o grupo afirma ter reduzido, em Portugal, os açúcares adicionados em 32% nas bebidas refrigerantes, desde 2006. No mesmo período, cortou em 68% as gorduras saturadas dos snacks e em 27% o sal.

«Estou orgulhoso do nosso grande progresso e do esforço de toda a equipa, mas estes avanços são apenas o princípio e ainda temos trabalho pela frente», garante Ramón Laguarta, presidente e CEO da PepsiCo. «Aumentar a sustentabilidade e ser uma empresa mais envolvida com a sociedade será algo essencial no futuro da PepsiCo. Acredito firmemente que a liderança empresarial do século XXI deve incluir a responsabilidade para com o planeta, as nossas comunidades e as gerações futuras.»

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Produção de carros em outubro quase nos 15%