«Desde que cheguei à TAP que o meu objectivo é privatizar»

À frente da TAP há 15 anos, Fernando Pinto continua a defender a privatização como forma para a manutenção da companhia, a prazo. Em particular no momento que atravessa e tendo em conta os resultados negativos apresentados

Texto M.ª João Vieira Pinto e Mª João Lima

Fotos Paulo Alexandrino

Desde que entrou na TAP, há 15 anos, que já passou por cinco primeiro-ministros e por nove ministros da tutela. A todos disse sempre que só se manteria aos comandos sem interferências governamentais. Garante que, até à chegada da Troika, foi-o conseguindo. Agora, diz-se de “asas cortadas” e sem poder tomar decisões à velocidade que as mesmas impõem.

Para ler o artigo na íntegra, consulte a edição de Maio de 2015 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão