Depósito cheio à distância de alguns cliques

Abastecer o depósito de um automóvel pode ser um exercício regular, dependendo do uso dado ao veículo, e pode também, por isso, implicar mais tempo gasto nesta actividade do que o desejado. Nos Estados Unidos da América, começaram a nascer startups para facilitar este processo, levando o combustível até ao automóvel. É a velha história de “se não vai Maomé à montanha, vai a montanha a Maomé” convertida ao universo do gasóleo e gasolina.

Filld, WeFuel, Yoshi, Purple e Booster Fuels são algumas destas empresas que pretendem ser uma espécie de Uber do combustível, já que basta descarregar a aplicação, fazer o pedido e esperar que uma carrinha apareça com a resposta. Acabam-se os postos de abastecimento e as filas de espera.

No entanto, este tipo de serviço pode não ser legal e ainda menos seguro. Fonte do departamento de bombeiros de São Francisco explica à Bloomberg que transportar vários litros de gasóleo para vender nestes moldes não é permitido. A mesma agência noticiosa revela ainda que em Los Angeles já estão a ser pensadas medidas para legalizar o serviço.

«O nosso código actual não permite este processo; contudo, estamos a explorar uma forma de o tornar possível com algumas restrições. É uma daquelas coisas em que ninguém pensou realmente antes – um pouco como aconteceu com a Uber que apareceu do nada», afirma Daniel Curry, do departamento de bombeiros da cidade dos anjos.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva