Cruz Vermelha sugere presente de Natal que salva vidas

Estima-se que, todos os anos, morram cerca de 10 mil portugueses devido a morte súbita. Para que este número possa diminuir em vez de aumentar, a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) sugere que se ofereça um Kit de Primeiros Socorros – Uma Mala Salva-Vida pelo Natal.

Este kit, desenvolvido no âmbito de uma campanha de sensibilização para a saúde, conta com os habituais artigos médicos de uma caixa de primeiros socorros, mas também uma máscara facial “boca-a-boca” para suporte básico de vida. Além disso, tem um folheto com três vouchers de oferta: 50% de desconto no curso de suporte básico de vida e quatro horas de certificação, ministrado pela Escola de Socorrismo CVP (Lisboa); rastreio cardiovascular no Hospital da CVP (Lisboa); e a primeira anuidade do Cartão de Saúde CVP (Hospital da CVP).

O kit está disponível em cerca de 50 farmácias da Grande Lisboa por 22 euros. As receitas revertem a favor da actividade humanitária da CVP, segundo explica Francisco George, presidente da instituição: «Nesta campanha, ao adquirir o Kit de Primeiros Socorros, não só poderá salvar vidas como também estará a contribuir activamente para oferecer mais ajuda e mais esperança a quem mais precisa.»

Paulo Cleto Duarte, presidente da ANF, parceira da CVP na criação do kit de Natal, acrescenta que «se cada cidadão souber como agir em situações de emergência, vamos seguramente salvar muitas vidas».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Hyundai promete novo SUV híbrido plug-in para Los Angeles