Crescer em Portugal e recuperar lá fora

Pela primeira vez desde 2004, a Unicer registou crescimentos de vendas de cerveja no mercado português. De qualquer forma, a facturação da empresa de bebidas acabou por cair 4% para 463 milhões de euros, muito arrastada pela quebra no mercado angolano, sendo esta uma situação inversa à vivida há uns anos pela empresa, em que o crescimento se alicerçava nos mercados externos. Rui Freire, administrador da Unicer com o pelouro de marketing, é, contudo, um gestor confiante e garante que a inversão já está a acontecer. Para já, e para este ano, estabeleceu como prioridades manter o ritmo de consumo de cerveja no mercado português – todas as atenções de comunicação se centrarão no projecto “experiência cervejeira” – e recuperar da descida em Angola. Aliás, o objectivo aqui é mesmo iniciar a construção da fábrica, um “moinho de vento” que a Unicer ainda não conseguiu conquistar.

Texto Maria João Vieira Pinto
Fotografia Paulo Alexandrino

Para ler a entrevista na íntegra, consulte a edição de Abril de 2014 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão