CR7 reforça participação no Grupo Insparya ambicionando «a liderança mundial do sector a 5 anos»

A marca Insparya assume-se, a partir de hoje, como a nova identidade corporativa do Grupo Saúde Viável, grupo clínico português dedicado ao diagnóstico, tratamento e investigação em saúde e transplante capilar, fundada em 2009.

logoA adopção da marca Insparya, como insígnia única para o Grupo, pretende “trazer mais união e identidade a um projecto com origem portuguesa que olha para o mundo como o seu mercado”, explica a marca em comunicado. O rebranding da Insparya representa, a nível global, um investimento de aproximadamente cinco milhões de euros incluindo toda a nova imagem e uma campanha multimeios (presente em imprensa, outdoor, digital, rádio e televisão).

Paulo Ramos, CEO do Grupo, explica que a Insparya foi fundada por si e por Cristiano Ronaldo em 2019, para levarem «a melhor tecnologia de saúde capilar para Madrid». Portanto, é uma marca com ADN português, mas que tem uma vocação global. «É um nome com enorme aceitação no estrangeiro, fácil de pronunciar e que oferecerá em todas as clínicas um serviço exclusivo, com qualidade certificada e reconhecida, baseada na ciência e na investigação clínica de excelência. Insparya é um nome apelativo, forte, com uma sonoridade positiva, e que, pela enorme aceitação que tem tido, contém em si todos os atributos que queremos passar para a marca corporativa», comenta.

A unificação da identidade corporativa resulta da convergência de vários factores, com destaque para o reforço do compromisso empresarial do internacional português com o crescimento do Grupo – materializado através da entrada no seu capital – e responde à necessidade de construir uma marca internacional forte junto dos clientes, com um nome mais facilmente reconhecível e conotado com serviços clínicos de indiscutível qualidade.

A Insparya Portugal conta actualmente com instalações no Porto, Lisboa, Vilamoura e Madrid e tem como sócios, em iguais partes, Paulo Ramos, Cristiano Ronaldo e os Fundos Vallis/Hermes. Em 2020 facturou 25 milhões de euros e antecipa um crescimento expressivo no número de pacientes atendidos para o ano de 2021, a que corresponderá um acréscimo no volume de negócios na ordem dos 40%, prefazendo um total de 34 milhões de euros de facturação.

À conversa com a Marketeer, Paulo Ramos e Cristiano Ronaldo explicam os porquês de todas estas mudanças.

paulo
Paulo Ramos

Sendo a empresa de génese portuguesa e com uma primeira denominação em português, era fundamental este rebranding para potenciar a expansão internacional?

Paulo Ramos: A marca Insparya é o melhor símbolo para esta nova fase do Grupo. Teremos sempre muito orgulho na marca Saúde Viável, que representa a ideia originária, o lançamento da empresa e trabalho muito árduo, mas precisávamos de uma marca que tivesse mais vocação para ser entendida e recebida em outros países e em outros idiomas. Insparya é uma palavra que nos sugere a “inspiração” de mudar para melhor e eu acredito que as pessoas e as empresas devem ter em comum, nos negócios e na vida, essa força motriz.

Qual a actual percentagem de pacientes internacionais em cada uma das clínicas (e quais as suas nacionalidades de origem)?

Paulo Ramos: Relativamente às clínicas Insparya, cerca de 15% dos nossos pacientes são de origem internacional, nomeadamente de países como Suíça, França, Alemanha, Itália e Estados Unidos.

Cristiano Ronaldo passa, agora, a ser accionista de todo o negócio (e não apenas da clínica em Espanha). Como se repartem as participações de cada um dos sócios na estrutura?

Paulo Ramos: Com esta reestruturação passa a existir uma Holding Internacional cuja participação é divida em partes iguais pelos accionistas Vallis/Hermes, CR e Paulo Ramos.

Além da entrada com capital, de que forma a presença de Cristiano Ronaldo na estrutura accionista da empresa beneficia o negócio?

Paulo Ramos: À semelhança do Cristiano Ronaldo – n.º 1 no mundo do futebol mundial – este projecto será, sem dúvida, um passo gigante na investigação e na descoberta de uma nova realidade que, todos os dias, lutamos por alcançar.  Uma parceria que mais não ambiciona senão pelo lugar cimeiro na área da Saúde Capilar, nas suas mais diversas vertentes, buscando, diariamente, a perfeição nas soluções que apresenta aos que nos procuram.

Com três clínicas abertas em Portugal e uma em Espanha, quais as novas aberturas previstas a três anos?

Paulo Ramos: Nos mercados português e espanhol teremos novidades em breve com a inauguração das clínicas de Braga, que está em processo de abertura, e Marbella e Valencia, que abrirão portas durante este Verão. Para além de Portugal e Espanha, vamos abrir Milão até ao final de 2021. Para 2022, estamos a estudar outros mercados europeus, nomeadamente o francês, belga e o alemão.

A abertura já em 2021 em Itália está relacionada com o facto de este ser, actualmente, o País onde joga Cristiano e da sua popularidade junto dos italianos?

Paulo Ramos: Não necessariamente. O mercado italiano é estratégico para nós porque os italianos são pessoas muito atentas à sua aparência e saúde o que é importante para serviços como aqueles que a Insparya oferece. No entanto, a entrada do Cristiano Ronaldo na Insparya Portugal marca a evolução empresarial do Grupo. A experiência que fizemos em Espanha resultou plenamente no alinhamento para resultados, na disciplina de trabalho, nos valores do negócio. Quando isso acontece, e não é algo assim tão fácil de se encontrar, estão criadas condições para um impulso na actividade das empresas e esse impulso, no nosso caso, vai concretizar-se no fortalecimento do modelo de negócio e na nossa expansão além-fronteiras, incluindo o italiano. O Cristiano conjuga visão de negócio e notoriedade mundial, pelo que traz condições para se criar uma dinâmica para a liderança mundial no nosso sector.

Desde o início da actividade do grupo, de que forma sentem que mudou o modo como os portugueses encaram o tema dos tratamentos capilares?

Paulo Ramos: A evolução do nosso negócio e do nosso portfólio de pacientes e serviços tem-nos mostrado que existe uma maior preocupação e uma maior predisposição para o tratamento da alopecia e outras patologias capilares. E isto é, para nós, uma motivação para continuarmos a superar-nos diariamente e a oferecer serviços e tratamentos de excelência na área da saúde capilar. O Grupo Insparya é o maior Grupo Clínico exclusivamente dedicado ao diagnóstico, tratamento e investigação em saúde e transplante capilar, com uma equipa médica composta por especialidades diversas, todos eles elementos fundamentais na abordagem de diagnóstico e no tratamento da alopécia, desde a dermatologia à medicina geral e familiar, passando pela psiquiatria, anestesia e medicina correctiva e reconstrutiva.

A marca Insparya ambiciona ser líder mundial do sector. A que prazo conta lá chegar e quantas clínicas terá nessa altura (em que países)?

Paulo Ramos: O Grupo Insparya é já hoje um dos principais players a nível europeu, se não mesmo o principal. O objectivo com o plano de expansão é que a liderança mundial do sector possa ser conseguida nos próximos 5 anos.

Qual a importância do Insparya Science and Clinical Institute em toda esta estratégia?

Paulo Ramos: Muito grande. Este instituto permite-nos criar inovação clínica 100% nacional e exportá-la para outros mercados, à medida que o nosso plano de internacionalização se vá cumprindo. Mas o nosso objectivo é produzirmos conhecimento na área de saúde capilar, que possa beneficiar todos. Este investimento permite a criação no Porto, de um hub inovação mundial na área da saúde capilar.

Que impacto teve e está a ter a pandemia no negócio e nos planos de crescimento do grupo?

Paulo Ramos: A pandemia veio alterar significativamente a realidade como a conhecíamos e a Insparya não foi excepção. No entanto, continuámos a crescer e as perspectivas são muito positivas. Mantém-se o plano de serem investidos cerca de 25 milhões de euros em novas aberturas. No entanto, dado o actual contexto, tivemos de rever o plano de execução. Acreditamos que até 2027 conseguiremos executar o plano de internacionalização previsto. Trata-se de um processo muito exigente, visto que o Grupo Clínico opera através de unidades próprias, totalmente dedicadas a actividade que desenvolvemos. Espaços amplos em edifícios nobres e bem localizados.

Qual a agência responsável pelo rebranding e pelo desenvolvimento da campanha?

Paulo Ramos: Toda a criatividade e peças de comunicação foram desenvolvidos pela equipa de Marketing, Comunicação e Design do Grupo Insparya.

Quais os objectivos desta campanha?

Paulo Ramos: Este é um momento de mudança e de transformação para o Grupo Insparya e é fundamental que o nosso mercado, os nossos pacientes, os nossos parceiros e stakeholders tenham conhecimento da nova identidade que continua a reflectir os valores e o compromisso do Grupo a nível global.

Qual o papel que terão os influenciadores nesta campanha (quais as figuras públicas envolvidas)?

Paulo Ramos: O Grupo Insparya conta com a confiança de várias figuras públicas no seu portfólio de pacientes. Para além destas figuras públicas, que atestam a qualidade dos nossos serviços, temos também como embaixador principal do Grupo o Cristiano Ronaldo que, não sendo paciente, deposita em nós confiança ao ponto de se tornar nosso accionista.

A que prazo estarão as clínicas já existentes com a nova imagem implantada?

Paulo Ramos: O processo de rebranding das clínicas já está em curso e prevemos que esteja concluído até meio do mês de Junho.

cr7
Cristiano Ronaldo e Paulo Ramos

Depois de em 2019 ter entrado como sócio da clínica Insparya em Espanha, agora reforçou a sua participação no capital do Grupo. O que é que o atrai neste negócio em particular?

Cristiano Ronaldo: O projecto Insparya é uma aposta de sucesso. Esse sucesso vinha bem consolidado da matriz do Grupo, em Portugal e, de imediato desde que abrimos a primeira clínica em Madrid, já se confirmou em Espanha. Acredito que o Grupo Clínico Insparya será um exemplo internacional de inovação e de investigação ao serviço de todas as pessoas que querem os melhores resultados no tratamento capilar.

Ao investir no Grupo Insparya em Portugal contribuo para que mais pessoas possam melhorar a sua autoestima, a sua autoconfiança, o que é fundamental para atingirem os seus objectivos.

A experiência em Espanha, com um excelente entendimento entre sócios e colaboradores, fez com que o meu envolvimento na actividade em Portugal fosse a evolução natural da minha ligação a um projecto que admiro, no qual acredito e que vai continuar a surpreender na área da saúde capilar.

O facto de ser um negócio de Portugal para o Mundo pesou na sua decisão?

Cristiano Ronaldo: É sem dúvida um orgulho. O Grupo Insparya é um exemplo de excelência em toda a sua actividade e que trabalha para a perfeição das suas soluções, para os melhores resultados a longo prazo. Uma exigência minha e do Grupo é colocar o paciente no centro de todo o investimento e de todo o serviço. O sucesso não perdura sem dedicação. Repare que é o único Grupo Clínico do sector que investiu num Instituto Clínico e de Investigação (Insparya Science and Clinical Institute) que procura as melhores soluções e tecnologias. O Grupo Insparya cria e produz os tratamentos que oferece, o que coloca a atividade num outro patamar.

Para quando uma clínica na Madeira?

Cristiano Ronaldo: É uma situação a avaliar. Neste momento a prioridade está em concretizar o plano de expansão previsto, mas estaremos sempre atentos às oportunidades que possam surgir.

De que modo é que acredita que a sua notoriedade ajuda a promover este negócio?

Cristiano Ronaldo: Eu e o Grupo Insparya temos o mesmo sentido de dedicação, ambição e superação. O Grupo Insparya é um projecto único que tem a minha vontade de superar limites e de fazer sempre melhor. Este empenho aliado à experiência do Grupo é uma garantia de que alcançaremos as melhores soluções no tratamento do cabelo e couro cabeludo, com uma investigação muito séria e tecnologia de última geração.

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...