Consumo de fruta e legumes aumenta no 1.º ciclo do Ensino Básico

Um novo estudo da Escola Missão Continente (EMC) revela que no último ano lectivo houve um aumento no consumo de fruta fresca e de legumes em 12% e 9%, respectivamente, e uma diminuição da ingestão de refrigerantes em 11%, segundo os resultados obtidos junto dos alunos que participaram neste programa educativo no ano lectivo 2021/22.

A Escola Missão Continente, criada em 2016, sensibiliza alunos do 1.º ciclo do Ensino Básico (CEB) para uma alimentação saudável, consumo consciente e estilo de vida activo. Até à data, o programa já envolveu mais de cem mil crianças. Desde o ano lectivo 2021-2022 passou a abranger alunos do pré-escolar e 2.º ciclo do Ensino Básico. Em cada edição, os participantes têm acesso a conteúdos, actividades educativas, desafios (com prémios associados), materiais lúdico-pedagógicos e visitas no terreno.

A 7.ª edição da EMC arranca hoje e vai continuar a avaliar, até 2025, o impacto em 40 turmas do 1.º ciclo do Ensino Básico, de 35 escolas dos 20 distritos do País. No primeiro ano de avaliação, e no que diz respeito às 764 crianças abrangidas, 62,5% consome fruta fresca todos os dias e 58,7% consome legumes diariamente, mas menos de 20% (17,9%) consome peixe 4 a 6 vezes por semana e apenas 8,1% consome leguminosas todos os dias. Já ao pequeno-almoço, praticamente metade dos alunos (45,9%) come cereais de pequeno-almoço até três vezes por semana.

«Há ainda um longo caminho a ser feito se queremos contrariar uma das doenças mais prevalentes na infância – a obesidade infantil –, onde 1 em cada 3 crianças apresenta excesso de peso. Este é um programa muito importante para contrariar esta tendência e melhorar os hábitos alimentares infantis, sobretudo vendo estes primeiros resultados. Queremos crianças com mais literacia em saúde, mais conscientes em relação à sua alimentação, mais preparadas para fazerem escolhas mais saudáveis, para que possam crescer em saúde», diz, em comunicado, Ana Rito, presidente da Direcção do Centro de Estudos e Investigação em Dinâmicas Sociais e Saúde (CEIDSS).

As escolas interessadas em participar no projecto podem inscrever-se até 16 de Outubro, no site da Missão Continente. «Acreditamos que a Escola Missão Continente é um programa relevante para todo o sector do retalho alimentar nacional, e até para a sociedade civil de forma global, porque estamos a intervir directamente nos consumidores e clientes do futuro. Como marca, temos caminhado na direcção de uma alimentação mais saudável e sustentável, com a melhoria nutricional dos produtos e sensibilização dos clientes», refere Nádia Reis, directora de Comunicação e Responsabilidade Social do Continente.




loading...
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...