Consumidores portugueses estão mais confiantes

O Índice de Confiança dos consumidores portugueses atingiu os 70 pontos no terceiro trimestre deste ano, o que representa uma subida de cinco pontos face ao trimestre passado e de quatro em relação ao período homólogo de 2015. Mais: 27% dos portugueses diz que Portugal não está em recessão e 15% acredita numa recuperação económica durante os próximos 12 meses.

Os dados são do “Estudo Global de Confiança dos Consumidores” da Nielsen, que indica ainda que este é um dos resultados mais altos de sempre. O nível de confiança nacional ultrapassou o de países como Finlândia (64), Itália (57), Grécia (56) e França (69). A nível europeu, a média foi de 81 pontos e a nível mundial, de 99 pontos.

Ainda assim, a Nielsen alerta para algumas mudanças nos hábitos de consumo, fruto da recessão: 56% dos consumidores portugueses admite fazer um esforço para poupar nas despesas domésticas. Adicionalmente, no último ano, 62% poupou nas despesas de entretenimento fora de casa, 56% procurou poupar no gás e electricidade e 56% gastou menos na compra de novo vestuário. Segundo a consultora, estas percentagens são significativamente inferiores à média europeia.

Caso a condição financeira melhore, 44% dos inquiridos quer continuar a poupar no gás e electricidade, 29% continuará atento às despesas de entretenimento fora de casa, 28% espera continuar a poupar nas refeições take away e 27% em roupas novas.

Para os próximos 12 meses, 16% dos consumidores mostra boas perspectivas no que se refere à sua situação profissional e 33% relativamente à sua situação financeira.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir