Computadores para seniores portugueses vão ter financiamento da CGD

slide416,4% da população portuguesa é sénior. Por isso, e porque longo trabalho há ainda a desenvolver na inclusão digital deste grupo específico da população, a Microsoft Portugal, em parceria com a Caixa Geral de Depósitos (CGD), a Inforlândia e a RUTIS – Rede de Universidades da Terceira lançaram a iniciativa Activo PC Sénior. O programa, que consiste na disponibilização de quatro modelos de computadores portáteis, adaptados ao público-alvo, a preços que rondam os 600 euros, conta com garantia de financiamento – até 60 meses – por parte da CGD. Rodolfo Lavrador, administrador da CGD, caracteriza o protocolo assinado esta manhã entre as diferentes entidades como de importância estratégica no âmbito da política de responsabilidade social do banco, bem como no âmbito comercial, como complemento à oferta Caixa Activa, lançada em Novembro do ano passado, e dirigida a maiores de 55 anos.

Os equipamentos, produzidos pela portuguesa Inforlândia, têm um teclado com letras maiores, um rato ergonómico sem fios, Windows 7 e software para aprendizagem. A inclusão de um modem 3G ou de um software da Dolphin, que permitirá a utilização por pessoas com necessidades especiais, são opcionais.

A divulgação e comercialização destes computadores far-se-á, a partir deste mês, em dois canais distintos: três dos modelos nos balcões da CGD – a partir do dia 19 – e o quarto, denominado “PC Sénior Virtual”, na Rede de Universidades da Terceira Idade. O site www.activopcsenior.com vai agregar um conjunto de conteúdos dos diferentes parceiros que visa apoiar a população sénior na utilização destes equipamentos.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo