Como vai a sua literacia financeira?

Cerca de um quarto dos portugueses admite ter necessidade de formação na área financeira e 52% tem a percepção de que o seu nível de literacia financeira “não é bom nem mau”. Apenas 2% afirma que “é muito bom”. Os dados são revelados pelo Cetelem a propósito do Dia Mundial da Literacia, que se comemora amanhã.

Neste caso, o foco vai para a literacia em assuntos como gestão orçamental, produtos financeiros, poupança e crédito. De acordo com o mesmo estudo, a falta de conhecimento neste campo leva ao baixo envolvimento dos portugueses na gestão do orçamento familiar: 65% este ano vs 75% em 2016. Em termos práticos, 57% limita-se a controlar o extracto bancário, apenas 4% poupa todos os meses e somente 13% prepara a reforma.

Euribor, taxa de câmbio e TAEG também são termos complicados para muitos dos portugueses que, mesmo assim, em apenas 45% dos casos consideram que a formação financeira é importante.

O  Cetelem quer ajudar a resolver o problema e, por isso, lançou no ano passado o programa “Tem Tudo a Ler”. O objectivo é promover hábitos de leitura para que dados estatísticos como este não perdurem: de acordo com um estudo do programa Ler+Jovem, 10% dos alunos no secundário nunca leram um livro até ao fim.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)