Como pode a polémica do Note 7 prejudicar a Samsung?

Além do impacto financeiro que a suspensão das vendas e pedido de devolução do Note 7 está a ter na Samsung, também a reputação da tecnológica está em jogo.  Desde o início do mês, que a marca se vê a braços com uma polémica que já envolveu até a Administração Federal da Aviação dos Estados Unidos da América: os passageiros que possuam um Galaxy Note 7 são encorajados a não transportar consigo o equipamento durante viagens de avião.

Na origem do problema estão mais de 30 casos reportados de baterias que explodiram, levando a Samsung a prometer que os proprietários dos equipamentos os poderiam trocar por um novo Note 7 – já à prova de explosões.

No entanto, a comunicação por parte da marca tem sido quase nula. Além dos comunicados em que pede a devolução do smartphone, a Samsung não recorreu a esforços extra para garantir aos consumidores que está tudo bem. Tuong Nyugen, analista da Gartner citado pela AdAge, considera que a falta de preparação da marca para lidar com uma situação como esta levou à perda de confiança por parte dos consumidores.

Contudo, a polémica poderá revelar ser apenas um golpe na reputação da Samsung e não a morte. Robert Passikoff, presidente da Brand Keys, acredita que os consumidores leais vão dar à marca o benefício da dúvida, dado que é a primeira vez que algo do género acontece. Citado pela mesma publicação, o responsável afirma ainda que a Samsung conseguirá sobreviver desde que continue a comportar-se de forma responsável.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo