Como é o festivaleiro português?

Os portugueses são fãs de festivais de música. Quem o diz é o Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM), indicando que cerca de 93% dos portugueses que assiste a festivais de música pelo menos uma vez por ano vai marcar presença em eventos deste género, este ano.

O mesmo estudo revela que os festivaleiros estão disponíveis para gastos significativos em festivais de música, com 60% a apresentar um limite máximo anual de 150 euros (incluindo deslocações e alimentação). Existe ainda uma percentagem considerável (74%) que gasta até 100 euros apenas com a compra de bilhetes.

Cada vez mais, os portugueses recorrem à internet para garantir a sua presença em festivais, já que 77% adquire bilhetes online. Apenas 18% compra bilhetes no próprio recinto. A internet é ainda utilizada para conhecer os eventos (85% tem o primeiro contacto via redes sociais e 54% procura informação online).

Relativamente aos aspectos que mais influenciam a compra de bilhetes para festivais, o destaque vai para o estilo de música/cartaz, condições de higiene, segurança no recinto e experiência/envolvência. O estudo do IPAM revela ainda qual é a duração ideal de um evento destas: 58% dos inquiridos aponta para os três dias.

Para lá chegar, 79% dos festivaleiros recorre a viatura própria e apenas 1% utiliza os meios de transportes disponibilizados.

Relação com a música

O IPAM revela que 84,6% da população portuguesa assiste habitualmente a eventos musicais (concertos, festivais, festas populares e temáticas) e que apenas 15,4% afirma não frequentar eventos deste tipo.

O mesmo estudo aponta ainda para uma valorização de eventos pagos (92%) versus iniciativas gratuitas (79%). A maioria dos inquiridos frequenta eventos musicais com regularidade (mínimo 1-2 vezes/ano), dos quais 39% assiste a espectáculos 3-4 vezes por ano. Há ainda quem vá a eventos musicais 5-6 vezes por ano (28%) e mais de seis vezes por ano (19%).

Pop e Rock são os géneros musicais preferidos dos portugueses, seguindo-se Jazz/Blues, Música Portuguesa e Música Electrónica/Dança.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Os números não enganam. Portugal está entre os piores pagadores
Automonitor
Combustíveis: Boas notícias para os condutores a partir desta segunda-feira