Como as cerejas do Fundão estão a ganhar valor

Já há quem invista na compra de terra no Fundão. Não é para menos: a cereja atingiu preços recorde, fechou parcerias com diferentes marcas, desmultiplicou-se em subprodutos e partiu à conquista de mercados externos. Este ano, a cereja do Fundão chegou aos 53 euros o quilo, em Helsínquia

Texto de M.ª João Vieira Pinto

Não, não é por acaso que a cereja do Fundão passou a estar, também, em gelados da Santini, gins, na Padaria Portuguesa ou no lounge Vip da TAP. Este é um trabalho de definição de produto, criação de marca e elaboração de estratégia que começou a ser construído há cerca de 10 anos.

Para ler o artigo na íntegra, consulte a edição de Agosto de 2014 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal