Como a Lufthansa quer ganhar em todos os segmentos

Lufthansa_2Depois de uma fase de compras, a Lufthansa está hoje mais focada no crescimento orgânico e sustentável. E no que ao marketing diz respeito, a estratégia é completamente customer centric.

Texto de M.ª João Vieira Pinto

A Lufthansa quer ser a companhia aérea líder em todos os segmentos de produtos, desde o mais económico ao premium. Além de estar a adaptar o seu modelo de negócio doméstico e ponto a ponto na Europa, tem vindo a implementar um conjunto de estratégias e conceitos completamente focados nos clientes. Hoje, a companhia – que durante anos investiu no seu crescimento por aquisição e que hoje está mais voltada para um crescimento orgânico – oferece aquilo que o cliente lhe pedir. E que tanto pode ir desde «tarifas promocionais a partir de 129 euros, por exemplo, para Munique, ou a partir de 479 euros para Bombaim», como «experiências de sonho nos voos intercontinentais» na sua First Class, conforme conta Alexander Schlaubitz, vice-presidente de Marketing da Lufthansa. Conheça então a estratégia da companhia que em 1997 fundou aquela que é hoje a principal rede mundial de companhias aéreas, a Star Alliance.

Num mercado competitivo e fragmentado como o da aviação, quais as estratégias da Lufthansa para crescer? 

No passado, a estratégia da Lufthansa estava orientada activamente – e, temos que o reconhecer, com muito sucesso – para a consolidação, adquirindo, por exemplo, a Swiss, a Austrian Airlines e parte da Brussels Airlines. Actualmente, a Lufthansa está mais focada no crescimento orgânico e sustentável. Estamos a adaptar o nosso modelo de negócio doméstico e ponto a ponto na Europa; no final do ano passado, anunciámos o lançamento – que aconteceu dia 1 de Julho – da nova Germanwings, para fazer frente a um mercado em mutação constante, fragmentado e competitivo. A Lufthansa pretende ser a companhia aérea líder em todos os segmentos de produtos, desde o mais económico ao premium. Por exemplo, no sector premium, a Lufthansa acabou de receber as cinco estrelas do Skytrax para a sua First Class.

Para ler a entrevista na íntegra, consulte a edição de Agosto de 2013 da revista Marketeer.
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)