Comissão Europeia lança campanha pela redução de CO2

Sob o mote “Um mundo que me agrada, com um clima de que gosto”, a Comissão Europeia lança hoje uma campanha de comunicação pan-europeia que visa encontrar soluções práticas para a redução das emissões de dióxido de carbono e, dessa forma, contrariar as alterações climáticas e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

A campanha arranca com a parceria de mais de 70 organizações de toda a União Europeia (UE), entre empresas, universidades, organizações não-governamentais e entidades públicas, e tem como objectivo dar a conhecer soluções para ajudar a cumprir o objectivo da UE de reduzir as emissões de CO2 entre 80 e 95% até 2050. A campanha decorrerá até ao final de 2013.

A iniciativa centra-se na criação de um site – brevemente disponível nas 23 línguas da UE – que encoraja à participação activa dos cidadãos, empresas e grupos locais. “Estes poderão apresentar, promover e debater as soluções hipocarbónicas que queiram propor e participar ainda num concurso pan-europeu que visa seleccionar a solução melhor e mais original”, explica a Comissão Europeia em nota de imprensa.

«Temos a possibilidade de escolher: podemos agir, procurando melhorar os nossos conhecimentos sobre as alterações climáticas, ou ficar parados, a ver as coisas piorar. Ambas as opções têm um preço. Por que não criar um mundo de que gostemos, com um clima que nos agrade, enquanto ainda estamos a tempo de o fazer?», questiona a comissária europeia Connie Hedegaard, responsável pela Acção Climática. «Com esta campanha, queremos centrar o debate nas soluções e descobrir o que está a impedir-nos de as aplicarmos», refere.

A campanha surge no âmbito do «Roteiro de transição para uma economia hipocarbónica competitiva em 2050», que a Comissão Europeia apresentou em Março de 2011 e no qual propõe as vias a percorrer pelos principais sectores económicos para reduzir substancialmente as emissões de gases com efeito de estufa.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)