Comércio de rua corresponde a 92% das novas lojas em Lisboa

Precisamente 92,2% das lojas que abriram portas em Lisboa no ano passado diz respeito a comércio de rua. As restantes correspondem a inaugurações em centros comerciais já existentes (6%) e a aberturas alocadas em outros tipos de lojas, como é o caso dos serviços de entregas ao domicílio e dos restaurantes em casinos (1,8%).

Segundo o relatório “WMARKET 2018” da Worx, o desempenho verificado permite apontar o comércio de rua como uma das principais tendências do retalho também para 2019. Olhando para o campo dos centros comerciais, verificamos que não houve nenhum projecto inaugurado em 2018. A aposta tem sido, por outro lado, na renovação dos equipamentos e expansão dos já existentes, sendo o Norte Shopping (Matosinhos) exemplo disso.

O mesmo relatório destaca ainda o peso da restauração nas novas aberturas. Em 2018, 82,10% das novas lojas na capital portuguesa albergavam restaurantes, tendência que se deverá manter este ano. As lojas de roupa, por seu turno, correspondem a 7,10% do total de aberturas na cidade.

A lista de tendências no sector do retalho para 2019 inclui também a inovação tecnológica, o crescimento do volume de negócios online e a complementaridade entre o tradicional e o cosmopolita.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Zmar tem novos directores para os Departamentos Comercial e de Marketing
Automonitor
Bentley Flying Spur com novo acabamento Blackline