Comercial fecha 2018 líder mas a perder terreno

A Rádio Comercial fechou o ano no primeiro lugar, mas com uma vantagem muito reduzida em relação à RFM. Segundo a quinta e última vaga do Bareme Rádio, a Comercial terminou 2018 com uma Audiência Acumulada de Véspera (AAV) de 16,6%, apenas 0,1% acima da RFM. Face à vaga anterior, a estação liderada por Pedro Ribeiro caiu 0,6%, ao passo que a RFM recuou 0,2% (de 16,7 para 16,5%.

Recorde-se que AAV é a métrica utilizada para determinar qual a rádio líder no mercado português, mas que existem também outros indicadores. No que respeita o reach semanal e share de audiência, a RFM conquistou o primeiro lugar no final de 2018: 37,1% e 24%, respetivamente. A Comercial, por seu turno, registou 36,9% de reach semanal e 21,4% de share de audiência.

No campo das estações direccionadas para um público mais jovem, a Mega Hits mantém o primeiro lugar com 3,1% de AAV, mais 0,4% do que na vaga anterior. A Cidade FM também sobe de 2,2 para 2,9%, seguindo de perto a principal concorrente a nível nacional.

Destaque ainda para a M80 que continua a subir de vaga para vaga. No final do ano passado, conquistou 6,4% de AAV, o que equivale a um crescimento de 0,4% em relação à quarta vaga do Bareme Rádio.

Por grupos, a Media Capital Rádios (Comercial, M80, Cidade FM, Smooth FM e Vodafone FM) ocupa o primeiro lugar com 24,6% de AAV. A Renascença Multimédia (RFM, Renascença, Mega Hits e Rádio Sim) regista 24,2% e a RTP (Antena 1, Antena 2 e Antena 3) 6,1%.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)