Combustíveis impulsionam dona do Intermarché

O Grupo Os Mosqueteiros fechou 2017 com um volume de negócios de 41,6 mil milhões de euros. Trata-se de um crescimento de 2,1% excluindo os combustíveis ou de 4,1% quando consideradas também as vendas de gasóleo e gasolina.

O volume de negócios total divide-se entre 37,58 mil milhões de euros relativamente ao Intermarché, Netto, Bricomarché, Brico Cash, Poivre Rouge e Roady e 4,02 mil milhões referentes ao polo agroalimentar.

A 31 de Dezembro do ano passado, o Grupo Os Mosqueteiros contava com 3610 pontos de venda na Europa e cerca de 146 mil colaboradores.

Para Didier Duhaupand, presidente do Grupo Os Mosqueteiros, o crescimento registado no ano passado, bem como a aceleração da conquista de quota de mercado no sector alimentar, confirmam a força do modelo de negócio com base em estruturas independentes. «Em 2018, vamos continuar este caminho, reforçando a performance dos nossos pontos de venda. Vamos, também, dar continuidade ao nosso trabalho sobre os grandes desafios do comércio, com destaque para a transição digital», avança o mesmo responsável, em comunicado.

No plano para este ano consta ainda a «implementação das decisões de crescimento externo recentemente concluídas», como explica Didier Duhaupand, referindo-se à aquisição de participação na Les Comptoirs de la Bio e à aproximação estratégica à Bricorama.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
Primeiro Porsche 911: Uma obra-prima alemã