Coca-Cola corta mil milhões após quebra dos lucros

No quarto trimestre de 2013, a Coca-Cola obteve um resultado líquido de 1,71 mil milhões de dólares (cerca de 1,24 mil milhões de euros), o que representa um decréscimo de 8,4% em relação aos lucros acumulados no período homólogo do ano anterior. Face a estes resultados, a companhia anunciou um novo programa de redução dos custos.

O objectivo passa por poupar cerca de mil milhões de dólares (727,6 milhões de euros) até 2016 nas áreas de fornecimento, gestão de dados e tecnologias de informação. De acordo com Muhtar Kent, CEO da Coca-Cola, este montante será reinvestido em marketing, nomeadamente em campanhas direccionadas para televisão, imprensa e online, com o objectivo de dinamizar as vendas.

De acordo com a companhia, os resultados do quarto trimestre foram impactados negativamente pelo spin-off das operações de engarrafamento nas Filipinas e no Brasil, pelo fraco crescimento das vendas nos mercados maduros e pelo abrandamento do consumo nos mercados emergentes, como a China, a Índia ou o México. O ano passado «ficou marcado pelos persistentes desafios macroeconómicos em vários mercados em todo o mundo», justifica Muhtar Kent.

No quarto trimestre, o volume de vendas da Coca-Cola cresceu apenas 1%, enquanto as receitas delizaram 3,6%, em termos homólogos, para 11,04 mil milhões de dólares (8 mil milhões de euros). No mercado doméstico, os Estados Unidos da América, o volume de vendas caiu 1% no trimestre.

No que diz respeito aos resultados consolidados de 2013, os lucros da Coca-Cola recuaram 4,8% para 8,6 mil milhões de dólares (6,3 mil milhões de euros), enquanto as receitas caíram 2,4% para 46,85 mil milhões de dólares (34 mil milhões de euros).

Para além de uma nova vaga de comunicação, a Coca-Cola prepara-se para reforçar as vendas com a promoção do consumo dentro de casa. No início do mês, o maior grupo de refrigerantes do mundo anunciou uma parceria com a Green Mountain Coffee Roasters que irá resultar na produção de cápsulas de bebidas frias do grupo. As cápsulas deverão chegar ao mercado antes do final do ano.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal