Cinema para pensar, que dá que falar

Preparem-se as pipocas, tirem-se as bobines dos armários e limpe-se o pó aos preconceitos. O Doclisboa 2018 está a chegar para promover o debate dentro das salas de cinema, sempre com o documentário como ponto de partida.

Texto de Filipa Almeida

Foto de Alípio Padilha

Nem só de música se fazem os festivais. Os eventos dedicados a outras artes, nomeadamente o cinema, também estão a ficar mais fortes em Portugal e o Doclisboa é um exemplo: no ano passado, o impacto da marca ascendeu a cerca de 3,7 milhões de euros; em 2016, tinha sido 2,8 milhões de euros. De acordo com dados da QuickCom, o retorno mediático foi maior em televisão (2,5 milhões de euros), seguindo-se rádio, imprensa e internet.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Setembro de 2018 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Quer poupar 700€ por ano no seguro do carro? Saiba como