Cien prova que beleza e inteligência andam de mão dada

O conceito “Beleza Inteligente” da Cien está de volta para uma nova campanha digital que coloca à prova os preconceitos dos portugueses. Desenvolvida pela BAR e com produção da FIM, a campanha tem por base um estudo da Cien, marca de cosmética exclusiva do Lidl, relativamente às percepções associadas à beleza feminina.

Depois de inquirir mais de 300 pessoas, a insígnia descobriu que dois terços consideram que as mulheres bonitas não têm profissões intelectualmente exigentes. Promovido em parceria com a Ipsos Apeme, o estudo conclui ainda que este preconceito se sente mais nos homens e nas faixas etárias mais velhas.

Confrontados com fotografias de mulheres comuns e outras de mulheres consideradas particularmente bonitas, os inquiridos revelaram opiniões bastante diferentes relativamente à sua formação académica: 50% dos inquiridos acha que as mulheres bonitas não têm um curso superior.

“Este estudo Cien comprova existência de um preconceito e desafia as pessoas a reflectirem sobre as suas ideias pré-definidas, revelando que a beleza e a inteligência podem andar de mão dada”, segundo é explicado em comunicado.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Trotinetes elétricas: guia para circular em segurança