Chairman comum responde pela Media e Criatividade do Grupo Havas

As divisões de Media e Criatividade da Havas vão estar próximas nos quatro principais mercados em que o grupo marca presença. A solução encontrada passa por criar novas posições de chairman, responsáveis por supervisionar o trabalho desenvolvido, de acordo com a AdAge.

Andrew Benett, CEO global do Havas Creative Group, será chairman na América do Norte; Chris Hirst, CEO do grupo para a Europa e Reino Unido, assumirá o novo cargo no Reino Unido; Alfonso Rodés, CEO da Havas Media, terá sob a sua responsabilidade o mercado espanhol; e Yannick Bolloré, chairman e CEO do grupo Havas, será chairman em França.

Citado pela mesma publicação, Yannick Bolloré, afirma que é importante não criar diferentes camadas mas sim juntar as disciplinas. «É mais eficiente, mais ágil, rápido, barato para os nossos clientes e traz melhores resultados», conclui.

Cada chairman reunirá com os CEOs de cada agência no respectivo país mensalmente, tendo em vista a aproximação das mesmas. Para já, os restantes mercados em que a Havas opera ficam de fora da nova estratégia, como explica Ricardo Monteiro, ainda presidente global da Havas Worldwide e CEO da Havas Worldwide Ibero-America, à Marketeer: «Os demais mercados, por ora, manter-se-ão sem essa posição», incluindo Portugal.

O mercado português, porém, já faz parte do rol de países onde existem as chamadas “Village”, espaços onde se concentram as diferentes áreas de actuação da Havas. «A quase maioria das empresas Havas no mundo encontra-se já a funcionar em “Village”, onde os CEOs de cada agência – no seguimento do que está determinado pela estratégia da Havas, denominada “Together” – coordenam as suas acções em muitos campos de actividade. É o caso de Portugal», explica ainda Ricardo Monteiro, que deixará as funções que assume actualmente até ao final do ano.

No Havas Village da Avenida da Liberdade, em Lisboa, estão as agências Havas Worldwide, Havas Design+, Havas Worldwide Digital, Fuel, Havas Media e Arena. Apenas a Fullsix se mantém em Oeiras.

Texto de FA e MJL
Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão