CEO da Rituals acredita no poder dos paradoxos

Como marketeer, Raymond Cloosterman, CEO e fundador da Rituals, acredita no poder dos paradoxos. A marca que criou em 2000 combina o facto de ser chique e acessível, de beber influências do Este e do Oeste, de misturar o antigo e o recente e de agradar a homens e a mulheres. A fórmula parece estar a resultar

Texto de Maria João Lima

Foto de Paulo Alexandrino

Corria o ano 2000 quando abriu a primeira loja Rituals. Localizada em Amesterdão, dava a conhecer 175 referências de produtos. A segunda, também na Holanda, só viria a abrir portas no quinto ano de existência da marca, altura em que inaugurava também os primeiros espaços na Bélgica e em Portugal.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Março de 2017 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual