Café é o produto mais consumido fora de casa

Entre Janeiro e Setembro deste ano, cada português gastou, em média, 1,14 euros em cada acto de compra. A culpa é do café, o produto mais consumido fora de casa: 84,7% dos portugueses consumiram café fora de casa e 55,3% do total de ocasiões de consumo na rua pertencem a esta categoria.

A conclusão é de um estudo realizado pela Kantar Worldpanel, segundo o qual 98,9% dos portugueses consumiu algo fora de casa – seja um café ou outro produto -, gerando mais de 200 milhões de ocasiões de consumo, o equivalente a 630 ocasiões por minuto.

Segundo o mesmo estudo, o consumo generalizado fora de casa, durante os primeiros nove meses do ano, é resultado das elevadas temperaturas que se fizeram sentir em Portugal. É que, além do café, também as bebidas refrescantes sem gás (águas, refrigerantes e sumos) são responsáveis por uma fatia importante deste tipo de consumo.

As temperaturas elevadas fizeram também com que as bebidas quentes perdessem protagonismo, dando lugar às bebidas frescas com e sem álcool e também ao snacking gelado: o consumo de gelados aumentou 23%, o de cervejas 10,1%, o de águas 8,3%, o de sidras 3,9% e o de refrigerantes sem gás 3,7%, face ao ano anterior.

Quanto à hora do dia preferida para consumir fora de casa, o almoço e lanche da tarde estão na liderança, com 24,5% e 24,4% respectivamente. Os locais mais procurados pertencem ao canal HORECA, incluindo cafetarias, snack-bares, restaurantes, cadeias de fast-food/pizzarias e pastelarias/padarias. Mas existe outro canal a ganhar terreno: quatro em cada 10 portugueses já escolhem meios de distribuição moderna para consumir fora de casa, como é o caso do Continente e Pingo Doce. Este tipo de estabelecimentos representa 6% do volume total de ocasiões de consumo fora do lar.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal