Caderno Azul está de volta

caderno1O «Caderno Azul», um clássico da Firmo, está de regresso. Relançado como um produto premium da marca portuguesa, o caderno ressurge agora com alguns toques mais modernos mas sem esquecer o enorme cuidado em cada detalhe – aliás, uma boa parte da sua produção é artesanal.

O «Caderno Azul» é constituído agora por um papel mais distinto, tem uma bolsa na contracapa para guardar cartões ou pequenos documentos, e surge com um elástico para fechar o caderno (que pode ser vermelho ou azul, consoante a preferência do comprador) e inclui também uma fita marcadora. Também a etiqueta da capa, verdadeira imagem de marca, foi modernizada, com uma ligeira alteração das suas cores. Está disponível nos formatos liso, pautado e quadriculado, nos tamanhos A5 e A6. É apresentado com um packaging identificador (azul, vermelho ou dourado, consoante o tipo de folhas no seu interior) atractivo e moderno.

Como recorda Rui Santos Carvalho, administrador da Firmo, este «é um caderno com tradição, que teve ao longo dos anos uma utilização essencialmente comercial. É um produto resistente, com grande durabilidade, e feito de uma forma quase artesanal, o que prova o cuidado que há na produção deste artigo». Com este relançamento, explica o responsável «a Firmo pretende, por um lado, promover um produto nacional junto dos portugueses e, por outro, tornar este caderno um ícone da indústria nacional».

 

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Casa cheia no próximo domingo para os 500 km do Estoril