Britânicos proíbem anúncio de anti-rugas com fotografia retocada

twiggyolayUm anúncio de imprensa ao creme anti-rugas para os olhos, da marca Olay, foi proibido na Grã-Bretanha, depois de 700 pessoas terem reclamado que a fotografia usada na campanha tinha sido retocada. A campanha apareceu inicialmente numa revista britânica, com a imagem da ex-modelo britânica Twiggy, de 60 anos.

A multinacional Procter and Gamble, detentora da marca Olay, já admitiu ter havido “um pequeno retoque” na fotografia utilizada, e acabou por a substituir por outra imagem que não tinha “trabalho de pós-produção”, na área dos olhos da ex-modelo.

A Advertising Standards Authority (ASA), que regula a publicidade na Grã-Bretanha, afirmou que o anúncio transmitia uma imagem falsa ao consumidor sobre os reais efeitos obtidos com o uso do produto.

A Procter and Gamble defendeu-se dizendo tratar-se de uma prática aceitável e comum na indústria da cosmética, mostrando as modelos na sua melhor forma. A multinacional negou ainda que o anúncio pudesse incentivar as mulheres a ter uma percepção negativa sobre o seu corpo e rejeitou alegações de que a publicidade pudesse ser socialmente irresponsável.

A ex-modelo Twiggy, que “empresta” a sua imagem a várias campanhas da Olay, não se pronunciou sobre o caso.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal