Blanky: «Dá-se muita atenção à alimentação e pouca ao sono. Mas as horas não dormidas não se recuperam»

A Blanky, marca portuguesa de cobertores pesados, nasceu em 2020 para ajudar os consumidores a dormir melhor. «Trouxemos um produto que não existia em Portugal», conta Pedro Caseiro, que fundou a marca com Ricardo Parreira. Trata-se, dizem, de uma solução clinicamente comprovada para se dormir melhor e que, devido à sua composição, se molda ao corpo de quem a está a usar.

A marca recomenda que se use um cobertor com 10% do peso da pessoa (no caso dos cobertores de uso individual ou com 20% do peso da pessoa mais leve, caso seja em casal. Com dois modelos pensados para crianças/jovens (2 e 5 kg), a Blanky apresenta ainda opções com 7, 9, 11 e 13 kg.

Os fundadores viram sempre a marca com um perfil exportador e desde o primeiro dia que comercializam os produtos não só para Portugal, mas também para Espanha (mercado que representa cerca de 30% do volume de negócio). Recentemente começou a vender para outros países europeus também. A expectativa de Pedro Caseiro e Ricardo Parreira é que dentro de um ano e meio, as vendas sejam um terço em Portugal, um terço em Espanha e o restante nos outros países da Europa.

Para breve está a entrada no retalho físico, estando a empresa em negociações nesse sentido para Portugal. «Contamos tê-lo ainda a tempo do Natal», confidencia Pedro Caseiro. A ideia é associarem-se a marcas que partilhem da filosofia de trazer produtos de qualidade aos portugueses.

Acompanhe a conversa da Marketeer com Pedro Caseiro e Ricardo Parreira.

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...