Bankinter aponta à cultura ao lado da Gulbenkian e Serralves

O Bankinter é o mecenas da exposição “Cérebro, mais vasto que o céu”, patente na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. É também a mais recente entidade a receber o estatuo de Fundador de Serralves, referente à fundação portuense.

Ambos os papéis surgem enquadrados numa estratégia de apoio à cultura, área em que o Bankinter começa a apostar agora com mais empenho. «O reforço do apoio do Bankinter à cultura, através dos dois protocolos formalizados este ano com a Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação de Serralves, é mais uma forma de proximidade do banco e de apoio ao desenvolvimento da sociedade», sublinha Alberto Ramos, CEO do Bankinter Portugal.

Segundo o mesmo responsável, fomentar a cultura e o conhecimento faz parte da missão do banco no sentido de apoiar as famílias e empresas.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo