Axe advertida por anúncio que objectifica a mulher

O regulador do mercado publicitário brasileiro pediu que a Axe, insígnia da Unilever, altere uma peça publicitária colocada na sua página do Facebook, por considerar que a mesma “objectifica” a figura feminina.

Em causa está um anúncio às versões prateada e preta do desodorizante da marca que foi publicada no passado dia 1 de Agosto, e que consiste numa imagem com dezenas de mulheres de biquini deitadas em torno de um único homem, acompanhada da frase “Misture-os [os desodorizantes] e acumule as mulheres”.

De acordo com a Exame brasileira, o anúncio motivou queixas de 12 consumidoras brasileiras ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), o órgão que regula o mercado publicitário naquele país. As queixosas alegam que o anúncio é ofensivo para com as mulheres.

Segundo o Conar, a Axe argumentou que, antes de colocar o anúncio, teve em consideração a idade mínima permitida para que as pessoas utilizem o Facebook, que é de 18 anos. Para além disso, a marca defendeu que os anúncios foram criados com uma linguagem bem-humorada e jovial, condizentes com o público a que são destinados.

No entanto, o regulador brasileiro não aceitou os argumentos e pediu a alteração da peça por considerar ofensiva não a imagem, mas antes a palavra “acumule” utilizada no anúncio. No entender do Conar, dentro do contexto da imagem, a palavra em causa “objectifica” a mulher.

Em reacção, a Unilever afirmou não ter sido informada oficialmente sobre o parecer final do Conar, pelo que “aguarda para tomar as providências necessárias”. A empresa realçou ainda que o processo em questão não incide sobre a campanha da marca, mas sobre uma única peça publicitária.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Conheça o programa completo da XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Já pode encomendar o novo Opel Grandland X Hybrid4