Até sempre, Virgínia.

Virgínia Coutinho, fundadora da Lisbon Digital School, faleceu ontem. A informação foi confirmada esta manhã pelas irmãs na página de Facebook de Virgínia. A mesma rede social onde a própria Virgínia a 12 de Abril comunicava, a todos aqueles com quem se cruzara pessoal e profissionalmente, que estava muito doente e que só o descobrira seis semanas antes.

Nesse post fazia três apelos a todos aqueles que se cruzavam com ela. Que dessem sangue, que não adiassem exames de rotina e que aproveitassem a vida.

Nestas semanas esteve, segundo informam as irmãs no mesmo post, a preparar um fundo, através da Associação Girls Move, para ajudar à criação de uma nova geração de mulheres líderes em Moçambique, país de que tanto gostava e onde fez voluntariado.

Para grande parte de nós que se movem nos circuitos do marketing, a morte de Virgínia Coutinho é uma triste notícia. A Virgínia esteve sempre ao lado da Marketeer. Se não estou em erro, e segundo me disse na altura, a primeira entrevista que deu foi à Marketeer, em 2014, aquando do lançamento do livro “The Social Book”. Desde então, sempre que precisávamos de uma opinião especializada, a Virgínia estava lá disponível para nos dar umas dicas, para nos passar contactos, para fazer a ponte com quem ela sabia que nos podia ajudar mais e melhor. Uma pessoa que nos vai fazer muita falta. A nós e ao mercado pois a incansável Virgínia estava sempre pronta a abraçar o próximo desafio, a colocar mãos à obra. Assim nasceu a Lisbon Digital School e o Upload Lisboa que influenciaram e continuarão a influenciar centenas de profissionais.

Uma coisa é certa: a obra permanecerá connosco. Até sempre, Virgínia.

Maria João Lima

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...