As trotinetas da Bird agora estacionam-se com realidade aumentada

A empresa de micromobilidade Bird tem uma nova tecnologia de estacionamento que recorre a realidade aumentada e que promete dar respostas aos desafios deste sector, respeitando as regras de estacionamento das cidades.

Designada Bird Visual Parking System (VPS), a ferramenta, desenvolvida com base na API ARCore Geospatial do Google, permite que a Bird geolocalize trotinetes estacionadas, com precisão, aproveitando anos de digitalização 3D do Google, tecnologia de realidade aumentada (AR) e dados do Street View de todo o Mundo.

Com esta nova tecnologia, os utilizadores da Bird podem terminar com maior precisão as suas viagens, de maneira organizada, ao mesmo tempo que aderem às normas de estacionamento das comunidades, num esforço para manter os passeios e ruas livres de obstruções.

A tecnologia existe dentro da aplicação da Bird e pode ser usada nos sistemas operacionais iOS e Android, permitindo que ela seja dimensionada para todos os utilizadores da Bird, sendo imune a roubo ou vandalismo, ao contrário de outras tecnologias de estacionamento.

«Com o Bird VPS, podemos dar resposta à principal necessidade das cidades, que é o estacionamento adequado, de uma maneira que nunca antes tinha sido possível, e podemos fazê-lo em escala em cidades de todo o Mundo, graças aos sólidos dados e tecnologia global da Google», diz, em comunicado, Justin Balthrop, director de tecnologia da Bird.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...