Artistas cubano e norueguês arrecadam Grand Prix no World Press Cartoon

world-press-cartoon-redimensionadaA oitava edição do World Press Cartoon, salão de humor gráfico de imprensa, atribuiu dois Grand Prix em ex aequo. Um deles coube ao cubano Ares, graças a um cartoon sem título, publicado em Outubro de 2011, no jornal cubano “Juventud Rebelde”. O artista acumulou a distinção com o primeiro prémio na categoria Cartoon Editorial. Também o norueguês Egil foi galardoado com um Grand Prix, juntamente com o primeiro prémio na categoria de Caricatura, pelo desenho de Stauss-Kahn, representado em forma de mealheiro encostado a uma parede. O cartoon foi publicado no jornal norueguês «Romerikes Blad», em Maio do ano passado.

Na categoria Cartoon Editorial o segundo prémio foi entregue ao espanhol David, pela publicação de um cartoon alusivo à massificação do dispositivo móvel Blackberry, no meio espanhol «Moneda Única», em Outubro de 2011. O terceiro lugar foi para o sérvio Goran Divac, com o cartoon «Talheres», publicado em Setembro de 2011 no jornal «Vecerne Novosti».

Em Caricatura o segundo e terceiro prémios foram atribuídos, respectivamente, ao espanhol Carbajo, com uma caricatura alusiva aos irmãos Windsor, publicada no «El Jueves», em Maio do ano passado, e ao sueco Riber, que caricaturou Silvio Berlusconi no jornal «Sydsvenskan».

O World Press Cartoon distingue ainda trabalhos na categoria de Desenho de Humor. Aí, o primeiro prémio coube ao romeno Pavel, com um desenho intitulado «Ecology», publicado em Dezembro do ano passado no jornal «Ziarul de Vrancea». O segundo lugar foi assumido pelo artista Turcios, com um desenho publicado no meio colombiano “La Opinion” que retrata uma radiografia do cérebro humano, onde os ossos são de um macaco e o cérebro tem a forma de uma banana. Na terceira posição ficou Agim Sulaj, com um desenho intitulado «Africa Children», publicado no jornal italiano «La Stampa».

«O World Press Cartoon resistiu à crise em 2012», afirmou em comunicado António Antunes, director do salão e organizador da exposição que lhe é dedicada anualmente. «A crise, às vezes, tem graça e o cartoonismo floresceu a nível mundial à semelhança do pastel de nata a nível nacional», continua na mesma nota.

De referir que, nesta edição, Strauss-Khan, as Primaveras árabes, Fuckushima e a crise europeia, que já transita do ano passado, foram os temas em destaque, nas centenas de cartoons expostos.

O World Press Cartoon Sintra 2012 distingue e dá a conhecer os melhores trabalhos produzidos e publicados em jornais ou revistas de todo o mundo, nas áreas de cartoon editorial, caricatura e desenho de humor, durante o ano de 2011. O júri internacional, presidido pelo cartoonista António Antunes, seleccionou 260 cartoonistas e 343 desenhos para estarem patentes este ano na exposição em Sintra.

À semelhança de outros anos, o acesso à exposição é gratuito. Os desenhos poderão ser vistos de terça a sexta-feira, entre as 12 e as 18 horas e aos sábados, domingos e feriados das 10 às 18 horas (encerra à segunda-feira).

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio