Apple perde liderança das marcas mais valiosas

A Apple perdeu o primeiro lugar no ranking das marcas mais valiosas, depois de cinco anos no topo. A marca ocupa, agora, a segunda posição com uma avaliação de 107,1 mil milhões de dólares (99,2 mil milhões de euros), menos 27% face ao ano passado.

A Google é a nova líder, de acordo com o Brand Finance Global 500, estando avaliada em 109,47 mil milhões de dólares (101,43 mil milhões de euros), o que equivale a um crescimento de 24%. De acordo com a Campaign, o ranking é desenvolvido com base em critérios como investimento em Marketing, lealdade, satisfação dos funcionários e reputação corporativa.

O terceiro lugar, por seu turno, mantém-se inalterado com a Amazon a fechar o pódio com um crescimento de 53% no seu valor – 106,39 mil milhões de dólares (96 mil milhões de euros). Seguem-se AT&T, Microsoft, Samsung Group, Verizon, Walmart, Facebook e ICBC. Desta lista, os únicos estreantes no top 10 são o Facebook, que antes estava em 17º e subiu 82%, e o ICBC, que chega do 13º lugar.

Destaque ainda para a Alibaba e Tencent, que subiram 37 e 70 lugares, respectivamente, ocupando as posições 23º e 47º da lista.

A Brand Finance divulgou ainda um outro ranking, que identifica quais as marcas mais poderosas. Os resultados são conseguidos através da avaliação do contributo da marca para a receita total do negócio.

Neste caso, o primeiro lugar pertence à Lego, logo seguida pela Google, Nike, Ferrari e Visa. A Disney, que no ano passado liderava a tabela, surge em sexto lugar.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva