Apple ameaça liderança mundial da Coca-Cola

De acordo com o estudo Best Global Brands 2012, da consultora de branding Interbrand, a Coca-Cola continua, pelo 13º ano consecutivo, a ser a marca mais valiosa do mundo. A Apple, no segundo lugar, valorizou-se 129% desde o ano passado e encostou-se à marca de refrigerantes, enquanto a IBM completa o pódio.

Segundo o estudo, que agrega anualmente as 100 marcas mais valiosas do planeta, a Coca-Cola valorizou 8% para 77,8 mil milhões de dólares (aproximadamente 60,2 mil milhões de euros). «A marca Coca-Cola é uma promessa de diversão, liberdade e frescura em quase todas as partes do mundo. A empresa destaca-se por conseguir manter a marca fresca ao mesmo tempo que conserva um poderoso sentimento de nostalgia que une gerações de amantes de Coca-Cola e reforça uma ligação profunda dos consumidores com a marca», refere a Interbrand.

Logo atrás está a Apple, que vale 76,6 mil milhões de dólares (59,3 mil milhões de euros), tendo sido a marca com maior crescimento entre as 100 classificadas. A fabricante do iPhone – que é também a empresa mais valiosa do mundo por capitalização bolsista – tem conseguido escalar vários lugares na lista da Interbrand nos últimos anos. Em 2010, a marca co-fundada por Steve Jobs ocupava a 17ª posição, mas no ano passado já tinha saltado para o 8º lugar. «Poucas empresas captaram a nossa imaginação, inspiraram tamanha devoção e revolucionaram a forma como vivemos, como a Apple», destaca a consultora. «Cada vez mais associada ao segmento de luxo, a Apple fabrica agora produtos que os consumidores sentem que precisam de possuir para se integrarem socialmente», um pouco à imagem do que a Nike conseguia há poucos anos, acrescenta.

O top 10, que é dominado por empresas tecnológicas, é completado pela Google (4º lugar), Microsoft (5º), GE (6º), McDonald’s (7º), Intel (8º), Samsung (9º) e Toyota (10º). Já a rede social Facebook estreou-se na lista, com entrada directa para o 69º lugar graças a um valor de marca de 5,4 mil milhões de dólares (4,2 mil milhões de euros).

As cinco marcas que, segundo o estudo da Interbrand, mais valorizaram entre 2011 e 2012 foram a Apple (129%), a Amazon (46%), a Samsung (40%), a Nissan (30%) e a Oracle (28%).

O ranking anual da Interbrand tem por base três variáveis que contribuem para o valor da marca: o desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca, o papel que a marca desempenha ao influenciar a escolha do consumidor e o poder que a marca possui para comandar um preço premium, ou garantir os lucros da companhia.

Consulte aqui o ranking completo.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
AUTOBEST 2020: Novo Opel Corsa é um dos finalista