Apenas 48% das apps instaladas no telemóvel são usadas

Para as marcas que conseguem persuadir os consumidores a descarregar as suas aplicações móveis, segue-se um segundo desafio: garantir que são, de facto, utilizadas e que daí advém algum tipo de proveio. De acordo com a Rakuten Aquafadas, apenas 48% das apps instaladas em dispositivos móveis são usadas regularmente (pelo menos uma vez por semana) e 17% nunca são usadas.

No seu mais recente white paper, a plataforma dedicada ao desenvolvimento de aplicações móveis explica que o ponto de partida deverá ser a facilidade de utilização. Por exemplo, porquê obrigar os utilizadores a criarem uma conta própria para cada app se podem associar os seus perfis da Google ou Facebook? Comodidade e conveniência são conceitos a ter em conta.

A próxima sugestão da Rakuten Aquafadas prende-se com uma estratégia eficaz de onboarding. Aplicado ao mundo das aplicações, este termo diz respeito à apresentação da plataforma através de um conjunto de slides iniciais, por exemplo. Além de ajudar os utilizadores a perceber o potencial da aplicação, pode permitir a recolha de dados sobre os mesmos, uma vez que lhes pode ser pedido que indiquem alguns dados e preferências.

O mesmo white paper deixa ainda algumas luzes sobre forma de manter os utilizadores e fomentar relações de longa duração. Caso as aplicações deixem de responder às necessidades dos utilizadores podem mesmo ser desinstaladas, pelo que é importante tomar medidas: a Rakuten Aquafadas sugere, por exemplo, uma comunicação continuada com o utilizador através de notificações push ou email. Mas cuidado para não exagerar e incomodar em vez de ser pertinente. Personalizar a oferta, oferecer recompensas e ouvir feedback são outras sugestões.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?