Apenas 29% das startups nacionais tem mulheres entre os co-fundadores

“A igualdade de género ainda não chegou ao ecossistema empreendedor português”. A declaração é da incubadora Demium, que revela uma lacuna de género nos perfis mais tecnológicos – apenas 29% das startups em Portugal tem mulheres entre os co-fundadores.

De acordo com a empresa, o cenário também se repete em Espanha onde a média sobe ligeiramente para os 34%, sendo Barcelona (entre os quatro hubs que opera no país) a cidade que regista maior percentagem de mulheres (39%) e Madrid e Valência as com menor percentagem (ambas com 30%).

Relativamente às startups incubadas na Demium que tiveram investimento através do fundo de venture capital, os números continuam a mostrar um cenário idêntico. Do total de 85 empresas a receber investimento, 36 têm mulheres entre os co-fundadores, representando uma percentagem de 41% versus 59% de startups sem mulheres. O fundo de venture capital da Demium investiu um total de 3,6 milhões de euros em startups lideradas por mulheres, com 400 mil euros a seguirem para startups portuguesas.

«Na hora de construir equipas de co-fundadores, preferimos que estas sejam mistas, o que às vezes se torna muito difícil porque o número de mulheres é inferior ao de homens participantes, sendo particularmente difícil entre perfis tecnológicos. Fazem falta muitas mais mulheres que queiram empreender», afirma, em comunicado, Nina Alastruey, Investment principal da Demium.




loading...
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...